Discover millions of ebooks, audiobooks, and so much more with a free trial

Only $11.99/month after trial. Cancel anytime.

Arbatel De Magia Veterum
Arbatel De Magia Veterum
Arbatel De Magia Veterum
Ebook72 pages45 minutes

Arbatel De Magia Veterum

Rating: 0 out of 5 stars

()

Read preview

About this ebook

O Arbatel De Magia Veterum foi um grimório latino de magia cerimonial renascentista publicado em 1575 na Suíça. arbatel de magia veterum com magias de mais de 500anos atrás segundo relatos livro esotérico que fala sobre espíritos planetários de outros planos com seus respectivos selos!e talismas
LanguagePortuguês
Release dateAug 18, 2019
Arbatel De Magia Veterum
Read preview

Related to Arbatel De Magia Veterum

Related ebooks

Related articles

Reviews for Arbatel De Magia Veterum

Rating: 0 out of 5 stars
0 ratings

0 ratings0 reviews

What did you think?

Tap to rate

Review must be at least 10 words

    Book preview

    Arbatel De Magia Veterum - W.uriel,unknown,robert Turner

    .

    ARBATEL

    magia dos antigos, O maior estudo de sabedoria. Em todas as coisas, vc peça conselho do Senhor; e você não pensa, fala ou faz qualquer coisa em que Deus não é teu conselheiro. Provérbios 11. Aquele que anda fraudulentamente, revela segredos; mas aquele que é de espírito fiel, esconde os.

    Arbatel de Magia author desta traducao:W.URIEL

    ARBATEL de MAGIA: ou, A sabedoria espiritual dos antigos dos homens bem sábios do povo de Deus, magia dos gentios: para a ilustração da glória de Deus, e seu amor .

    Agora, antes de tudo, produzido das trevas para a luz, contra todos os caco-magos, q desprezam os dons de Deus; para o lucro e deleite de todos aqueles que fazem verdadeiramente e piedosamente amor as criaturas de Deus, e usar -los com ação de graças, para a honra de Deus, e lucro de si e de seus vizinhos(irmãos).

    1 O PREFÁCIO Para o leitor sem preconceitos Como a queda do homem fez a si mesmo e a todas as outras criaturas sujeitas à vaidade; então, por seu filho, as mais nobres e áridas artes com as quais a alma Racional era envolta, estão pelo cancer oxidado do tempo trazido à corrupção. Para a própria Magia que os antigos contemplaram tão divinamente, escandalizou-se com o crachá de todas as feitiçarias diabólicas: quais Arte(saith Mirandula) Pauci intelligunt, multi repre- hendunt, & sicut canes ignotos sempre allatrant: Poucos compreendem e muitos repreendem, e como dogges barke(cachorros latindo) aquilo que eles não conhecem: assim muitos condenam e odeiam as coisas q eles não entendem. Muitos homens existem, que

    abominam o próprio nome a palavra Magus, por causa de um Simon Magus(loucodavila), que não sendo Magus, faz isto , familiar com maus espíritos, usurpou esse título. Mas Magia e Witchcraft são gnosis muito diferentes de que Plínio 1 é ignorante, zomba de tudo: para Nero (diz Plínio) que teve os mais excelentes magos do Oriente enviados a ele por Tyridates, rei de Arme- Nia, que detinha esse reino por ele, encontrou a Arte após longos estudos e trabalho É ridículo. Agora Bruxaria e Feitiçaria, são trabalhos feitos apenas pelo diabo, que com respeito a alguma aliança feita com o homem, ele age por homens, seus instrumentos para realizar seus fins malignos: destes, as histórias de todas as idades, pessoas e países, como também as sagradas Escrituras, nos fornecem exemplos diversos. Mas Magus é primitivamente uma palavra persa, pela qual se expressa tal como é completamente conhecedor das coisas divinas; como Platão afirma, a Arte da Magia é a arte de adorar a Deus: e os persas chamam seus deuses ,αγος, daí Apolônio diz: que Magus é [grego ilegível] 2 ou [grego ilegível] 3 , isto é, que Magus é um nome algum dele que é um deus por natureza, e às vezes disto que está no serviço de Deus: em que último sentido é tomado em Mateus, 2.1,2. quando os sábios vieram adorar a Jesus, e este é o primeiro e mais elevado tipo, que é chamado de Magia divina; e estes, os latinos, davam direito a sapientes, ou sábios: para o medo e adoração de Deus é o começo do conhecimento. Esses sábios, os gregos chamam de filósofos; e entre os egípcios eles eram chamados sacerdotes; os hebreus os denominou Cabalistas, profetas, escribas e fariseus; e entre os babilônios eles estavam diferenciado pelo nome de Caldeans; e pelos persas eles foram chamados de mágicos: e um falando de Sóstenes(chefe governador DA sinagoga )um dos antigos magos, usa estas palavras: Et verum Deum merita majestate prosequitur, & angelos ministros Dei, sed veri ejus venera- tioni novit assistere; idem dæmonas prodit terrenos, Vagos, humanitatis inimicos; Sosthenes atribui a devida Majestade ao verdadeiro Deus, e reconhece que seus Anjos são ministros e mensageiros que assistem

    Enjoying the preview?
    Page 1 of 1