Mundo dos Super-Heróis

Leitura dinâmica

UM AQUECIMENTO PARA SUA LEITURA

Antes restrito aos Estados Unidos, o streaming de quadrinhos da DC teve sua expansão anunciada para outros países. Austrália, Canadá e Nova Zelândia já desfrutam do serviço DC Universe Infinite, enquanto os leitores do Reino Unido ganharão acesso no final de abril. No México e no Brasil a espera será maior, com previsão de estreia entre junho e setembro.

O serviço disponibiliza mais de 24 mil edições publicadas pela editora e é constantemente atualizado com novas edições, que chegam à plataforma na versão online seis meses após a distribuição do gibi impresso. Os assinantes ainda têm acesso às edições que seguem o caminho contrário, lançadas primeiro em formato digital antes de serem impressas (sistema conhecido como digital first). Entrevistas sobre os bastidores das HQs, uma comunidade de leitores e autores e a enciclopédia de personagens completam o pacote.

Como outros serviços de streaming, as HQs podem ser lidas via site do serviço Leonardo Raveggi, Gerente de Publicações da Panini na América Latina. A empresa é quem detém os direitos de publicação do material da DC em ambos os países, e responsável por todas as etapas de adaptação das HQs, inclusive a tradução.

You’re reading a preview, subscribe to read more.

More from Mundo dos Super-Heróis

Mundo dos Super-Heróis5 min read
Mulher-Hulk
1 O seriado da verdona na Disney+ aborda o fato de o nome Mulher-Hulk anular a individualidade da heroína e colocá-la à sombra do Hulk. Esse cuidado não parece ter passado pela cabeça de Stan Lee ao criar a personagem, em 1980, que queria exatamente
Mundo dos Super-Heróis1 min read
No Brasil
A fase de Namor conduzida por John Byrne já teve seu início publicado mais de uma vez em nosso país, mas ela nunca saiu na íntegra. A primeira foi nos anos 1990, pela editora Abril, época em que a série foi apresentada aos leitores em Grandes Heróis
Mundo dos Super-Heróis5 min read
Fábrica De Talentos
Omérito de ter as HQs adaptadas para filmes e séries é reservado à poucas editoras, em geral para as mais influentes do mercado, o que dá à brasileira Guará bons motivos para se orgulhar. A editora, fundada há apenas seis anos, conta com mais de uma

Related